Insitec apoia as mulheres moçambicanas

O Fórum Mulher e o Grupo Insitec realizaram no passado dia12 de Julho, um simpósio nacional denominado «inclusão/exclusão da mulher na economia moçambicana, desafios e oportunidades».

O encontro teve como objectivo a reflexão sobre as questões da defesa dos direitos humanos das mulheres e igualdade de género e reuniu muheres, homens de negócios, académicos e outros actores políticos e sociais para, juntos, detectarem as várias formas de exclusão a que as mulheres moçambicanas estão sujeitas e, ao mesmo tempo, compreenderem as respectivas determinantes.

Durante o evento foram também delineadas estratégias e acções a serem levadas a cabo para tornar o sector privado mais inclusivo e sensível às questões debatidas.

Campanha mostra como a Insitec realiza sonhos de moçambicanos

A Insitec ajuda a realizar os sonhos dos moçambicanos, levando desenvolvimento e tecnologia a todo o país. Esta é a paixão que move a empresa, e a Insitec juntou-se à agência de publicidade Golo para o demonstrar.

Através de uma campanha em vários meios, a Insitec pretende dar a conhecer como os seus projectos vão beneficiar não só a economia nacional, como cada região, cada pessoa, cada lar.

Os lemas da campanha, “Insitec. O futuro é agora” e “O futuro que os moçambicanos idealizam, a Insitec ajuda a realizar”, são demonstrativos deste ideal e encapsulam perfeitamente a motivação da empresa, que acredita que Moçambique pode ter, e terá, um papel relevante no futuro da região global em que está inserida e, quem sabe, ainda mais longe.

Insitec dá energia a Moçambique

A Insitec e a empresa de origem alemã Gigamethanol BV continuam a estudar a possibilidade de instalar em Moçambique uma central para a transformação de metanol em gasolina.

A tecnologia MTG (Methanol to Gasoline) aproveita o metanol, composto obtido através do gás natural, uma matéria-prima abundante em Moçambique e consegue transformá-lo em gasolina. É de notar que esta gasolina, pelo seu baixo teor de enxofre, é mais pura que a gasolina convencional.

Segundo as previsões da Insitec, esta tecnologia poderá permitir a Moçambique estabelecer-se como produtor de gasolina em cerca de cinco anos, o que revolucionaria a posição do país face às energias combustíveis, com evidentes efeitos económicos.

Grupo Insitec adquire empresa de construção CETA

A Insitec concluiu, em Maio de 2011, a compra da empresa de construção CETA.

Com esta aquisição a Insitec consolida a sua posição no ramo da construção e fortalece o seu lugar no sector da imobiliária.

A CETA, com mais de três décadas de experiência, tem cerca de 2.500 colaboradores e um parque de maquinaria sem par em Moçambique. A empresa, agora gerida pela Insitec, está implementada em todo o território nacional com particular destaque para as províncias do norte.

Insitec leva água potável a mais de 100 mil pessoas

A Insitec acredita que as empresas têm o dever social para com as regiões em que estão inseridas e por essa razão tem um importante projecto de responsabilidade social chamado “Amar Moçambique”.

Em 2009 a empresa decidiu colocar em marcha um ambicioso plano para levar água potável a algumas das áreas mais necessitadas do país, através da abertura de poços, e também do ensino de métodos de aproveitamento e de higiene e segurança às populações.

Com um orçamento de dois milhões de dólares só para a primeira fase, a empresa conseguiu levar água potável a mais de cem mil pessoas, mudando a vida e a paisagem de comunidades inteiras, na região de Nampula, a mais populosa mas também a mais carenciada do país em termos de acesso a água limpa.

Um exemplo de sucesso foi a aldeia de Nacuia, onde as doenças como a cólera e as infecções gastrointestinais foram praticamente eliminadas, e onde a população beneficia agora de uma horta comunitária, regada por um sistema de irrigação movido por uma bomba fornecida pela Insitec.